domingo, 13 de abril de 2008

Vou embora de São Paulo e vou levar a cidade comigo

Restaurante Argetina Depois de alguns meses, volto a vida de blogueiro. Senti bastante falta, só não voltei antes pelo tempo cada dia mais escasso que São Paulo me proporciona.

Isso pode soar estranho para qualquer pessoa que me conheceu a um tempo atrás, mas eis a declaração: Eu quero ir embora dessa cidade. E para complementar: Eu quero levar essa cidade comigo.

Estou no primeiro semestre do curso de Letras na Universidade São Judas Tadeu, que fica a quilômetros de distância da minha casa aqui em São Paulo. Levo duas horas do meu trabalho até a faculdade, e não vou com transporte público, vou em um fretado. Não pense que é um luxo meu, é uma necessidade. Se tivesse que viajar nessas belezinhas bi-articuladas, proporcionadas pela nossa amável prefeitura, simplesmente não chegaria a tempo, e se chegasse estaria só um resto de rapaz.

Todos os dias vou dormindo no ônibus, nos 10 primeiros minutos de viagem pego um livro e tento ao menos virar uma página: não lembro o que acontece depois...

Já cogito lugares para morar após terminar o meu curso, e um velho trailer no Alaska não está fora de cogitação. Talvez isso não tenha um bom final se a fome apertar e surgir umas plantinhas venenosas.

Coisas que mudaram do ano passado para cá:

2007

2008

Vinho: era o suquinho concentrado da Santa Ceia Bebo cerveja (moderadamente)
Sabia ler bem Beber do vinho é objeto direto preposicionado
Conhecia algumas cidades do Sudeste Fiquei uma semana em Buenos Aires
Tinha um salário horrível Novo salário novas dívidas
Tinha todos os cds do Hillsong United Formatei meu PC
Era da Igreja Quadrangular Estou na Igreja Betesda
As pessoas na Quadrangular faziam jejum de refrigerante Algumas pessoas na Betesda bebem cerveja
Fazia download de músicas Baixo albúns completos
Ouvia Lucas Souza Escuto Lucas Souza + Beatles + Travis + Derek Webb e Coldplay
Lia livros cristãos Leio livros da faculdade, alguns bem subversivos :)

 

Alguns podem questionar mudanças na minha postura, diferente de qualquer esteriótipo de cristão que eu já fui. Não me considero nenhum modelo de vida, nem de fé, nem de nada. Hipócrita é o que se considera sem admitir que está à mercê de falhas como todo o mundo! Mas se quiser me dar a mão e caminhar nessa bela estadia pela Terra, descobriremos em uma caminhada quase eclesiástica de crise existencial: o propósito da nossa passagem por aqui.

Para começar a semana fica este vídeo com zilhões de interpretações. Eu estava com muita saudade disso!

 

A foto no início do Post é de um restaurante da Argentina, história que contarei em breve que inclui até virar estrela na frente da Casa Rosada.

6 comentários:

  1. sou fá dos seus textos em cara, continuem, nao desista, Deus te abencoe muito, e ainda tem muita coisa pra acontecer

    ResponderExcluir
  2. Enfim o novo blog!

    Quantas mudanças hein cara... espero que todas para melhor...

    E muito bom saber que agora poderemos ler teus textos...

    Valeu e falows!

    ResponderExcluir
  3. Quando experimentamos muitas coisas, vemos muitas outras e cheiramos de tudo que há no bom jardim, almoçamos demos risadas, nos ajudamos e brigamos em virtude de algo que estava escondido, sentimos saudades de como antigamente as coisas eram mais simples, então faremos sim uma viagem de volta pra casa, já dizia o poeta: "Antes eu sonhava, agora já não durmo Quando foi que competimos pela primeira vez?"... Vamos dar um viva a espontaneidade de se apaixonar, viva o beijo roubado, viva a liberdade de um jazz, viva o chegar atrasado.

    Essas são minhas palavras, quero um link ali lo no canto hein, ou só vai ter link de popgospel de novo?

    abração.

    ResponderExcluir
  4. Welcome back amigo!

    O blog ficou show (valeu a pena esperar). Já estou adding na minha blogroll!!!

    Enfim, parece que a mentira que eu queria que fosse verdade se tornou quase uma verdade.

    Entendeu?
    Até mais!

    ResponderExcluir
  5. Daniele Valadares15 de abril de 2008 11:01

    Olá Thiago, eu sou Daniele Valadares do Passion Conferences. Você poderia me enviar um email para daniele@268generation por favor? Eu gostaria de te escrever ou te ligar. Obrigada!
    Daniele

    ResponderExcluir
  6. Nada contra...

    Mas mais um que deixou de ser um referêncial pra mim...

    vlw brother...Deus abençoe

    unsubscribe now

    ResponderExcluir